Lauro de Freitas não investe em turismo!

Privilegiada pela sua localização e considerada o portal do Litoral Norte, Lauro de Freitas possui uma vocação natural para o turismo. A cidade conta com três das mais belas praias do Litoral Norte – Buraquinho, Vilas do Atlântico e Ipitanga – e possui uma área de proteção ambiental belíssima, mas, extremamente mal cuidada. 

O Turismo tem um papel importante como alternativa na redução das desigualdades sociais. Segundo dados da OMT (Organização Mundial do Turismo), o setor é responsável pela geração de 6 a 8% do total de empregos no mundo. O seguimento é uma das atividades que exige o menor investimento para a geração de empregos.

Em Lauro de Freitas, em tempo algum tivemos um plano de gestão que aproveitasse as vocações da cidade e desenvolvesse o setor turístico de forma sustentável, estimulando a iniciativa privada a investir em um calendário anual de eventos.

É papel da gestão a definição de políticas e ações, na organização e articulação entre todos os segmentos do setor, e na garantia de recursos para infraestrutura, promoção e qualificação dos equipamentos. Falta absolutamente tudo nesta área em Lauro de Freitas.

Com 1.300 leitos entre pousadas e hotéis, 80 restaurantes, 47 barracas de praia, só em buraquinho temos 30, o setor na baixa estação tem o seu faturamento reduzido de forma drástica, em vários casos chega a 70% comerciantes fecham as portas no inverno, reduzindo a arrecadação de impostos e desempregando vários colaboradores.

Com a maior concentração de barracas de praia do município, a praia de buraquinho precisa passar por uma profunda requalificação, pois a muito, se encontra em completo estado de  abandono, praia de beleza exuberante, excelente para pratica do kayt surf e outros esportes, a gestão não apresenta nenhuma alternativa para as dificuldades porque passam comerciantes e banhistas que frequentam a praia.

Me lembro como se fosse hoje na praia de ipitanga a prefeita enfrente a um trator impedindo que uma decisão judicial fosse cumprida, pois não queria que as barracas de praia fossem retiradas, mas vejam os senhores, com a falta de estrutura e ausência de investimentos em politicas publicas para desenvolvimento do turismo no município ela vai destruindo o setor em pequenas doses, é essa a cidade que queremos viver?   Eu quero morar na propaganda da prefeita de Lauro de Freitas.

Um comentário em “Lauro de Freitas não investe em turismo!

  • maio 27, 2019 em 8:16 am
    Permalink

    Ferraz, eu queria que em lugar de criticar você desse idéias factíveis, captasse recursos e agisse como um cidadão que deseja o melhor para Lauro de Freitas.
    Muita marola e zero ação!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *