Postulantes à prefeitura de Lauro de Freitas comentam investigação do MP-BA contra o pré-candidato Teobaldo Costa, dono do Atakadão Atakarejo

Oponente de Teobaldo, Gustavo Ferraz diz que empresário se comporta como “coronel rico”‘

Pré-candidato a prefeito de Lauro de Freitas nas eleições municipais de 2020, Teobaldo Costa pode estar cometendo irregularidades realizando campanha eleitoral antecipada. Pelo menos esse é o teor da denúncia que chegou ao Ministério Público da Bahia (MP-BA). Teobaldo, que é proprietário da rede de supermercados Atakadão Atakarejo, e o seu possível companheiro de chapa, Mateus Reis, estariam vinculados à distribuição de panfletos onde há apresentação com frases e nomes dos dois.

As frases descritas no panfleto apresentam Teobaldo como possuidor de “uma linda história de humildade, trabalho e superação”, além de promover algumas das propostas do pré-candidato, como educação em tempo integral, apoio ao pequeno empreendedor e agilidade na marcação de consultas e exames. 

Patrícia Peixoto de Mattos, Promotora de Justiça Eleitoral de Lauro de Freitas, afirmou ao  Bahia Noticias que será aberta uma investigação contra Teobaldo, onde será apurado o conteúdo dos panfletos, verificando se há pedido explícito de voto e se o pré-candidato estava ciente da distribuição. Caso constatada a denúncia, Teobaldo será punido, uma vez que a prática de campanha eleitoral antecipada é proibida por lei.

Procurado pelo site para comentar a suposta irregularidade do oponente, o também pré-candidato Gustavo Ferraz considerou a postura “lamentável” e salientou que “ele tá na contramão do que diz”. Para Ferraz, as ideias de Teobaldo não correspondem as suas atitudes, e enquanto o país inteiro discute sobre novas medidas políticas, Teobaldo ainda atua como se estivesse no passado: “Enquanto ele prega uma nova política, coisas diferentes, se comporta como coronel rico… se utiliza do poderio econômico pra se promover politicamente”.

E continua: “Vê muita propaganda da sua rede de mercado… andando com pessoas que já estão nesse meio e trabalham com ele”.

Gustavo fala sobre o atual momento de Lauro de Freitas e lamenta que o pré-candidato Teobaldo priorize outras questões que não o crescimento da cidade. “Lamentável, pois o momento que a cidade vive é um momento que devemos construir enormes projetos, pois Lauro de Freitas caminha lado a lado com Salvador em questão de economia, mas é precária em diversos aspectos como na saúde e no desemprego”. Segundo Gustavo, Teobaldo Costa prefere se desligar dos problemas do município, priorizando Salvador. 

Ferraz diz que Teobaldo tem “Desconexão total com a cidade. Não mora em Lauro de Freitas, mas sim em Salvador. Ele trata Lauro como se fosse ‘terra sem-lei’”. 

Já a deputada estadual Mirela Macedo, que também deve ser candidata em Lauro, foi econômica nas palavras ao comentar a investigação contra Teobaldo. A parlamentar afirmou não saber das denúncias, mas disse acreditar que a campanha antecipada de algum pré-candidato pode prejudicar outros pré-candidatos que seguem a determinação de apenas fazer campanha no prazo permitido por lei. Por fim, a deputada salientou que a promotoria irá tomar as consequências cabíveis nesse caso.

Atual prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho também foi procurada pela reportagem pra se posicionar sobre o caso, porém não atendeu nem retornou às ligações. O PNotícias procurou Teobaldo Costa para mais esclarecimentos sobre o caso, porém as tentativas de contato com o pré-candidato através de seu celular foram sem sucesso.

Fonte: https://pnoticias.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *