Prefeito de Teixeira de Freitas é punido por interferir em regulação de pacientes do município de Medeiros Neto

 Prefeito de Teixeira de Freitas é punido por interferir em regulação de pacientes do município de Medeiros Neto


Uma decisão da Justiça deu lucro de pretexto ao prefeito de Medeiros Neto, no Extremo Sul, Beto Pinto (Pros), em um processo contra o gestor de Teixeira de Freitas, na mesma região, Marcelo Belitardo (União).

Em sentença tomada na noite desta quinta-feira (3), o juiz Roney Jorge Cunha Moreira, da Comarca de Teixeira de Freita, determinou que Belitardo se abstenha de interferir no sistema de regulação lugar envolvendo pacientes de Medeiros Neto. O magistrado também proibiu o prefeito de Teixeira de Freitas de intercambiar pacientes de Medeiro Neto fora do sistema de regulação. A multa em caso de não atendimento à medida é de R$ 2 milénio. Ainda cabe recurso da decisão.

DISPUTA EM 2024

O caso envolve disputa política pela prefeitura de Medeiros Neto no ano que vem. Além de Marcelo Belitardo, a medida alcança Waldir Ferreti Junior, que seria já pré-candidato à prefeitura de Medeiros Neto. Ferreti Júnior, que é médico cirurgião, é responsável por uma instituição, que estaria intermediando a regulação de pacientes de Medeiros Neto para Teixeira de Freitas.

Ferreti é inimigo de Beto Pinho, em Medeiros Neto. Além de Ferreti, outro denunciado é Alex Serapião, ex-secretário da Saúde de Medeiros Neto que presta serviços odontológicos em Teixeira de Freitas.

Manancial: Bahia Notícias








Digiqole ad Digiqole ad

Relacionado