Capa da Gazeta: Polícia já tem indicativo sobre quem matou veterinária do Frisa em Teixeira de Freitas

 Capa da Gazeta: Polícia já tem indicativo sobre quem matou veterinária do Frisa em Teixeira de Freitas

[ad_1]

Teixeira de Freitas: A rede Jornal, mais tradicional rede de jornalismo do Espírito Santo, colocou na cobertura desta quinta-feira, 01 de junho, a material sobre o homicídio da jovem veterinária do Frisa de Teixeira, Crislaine Boldrini Faé, 29 anos. Crislaine era capixaba, e familiares cobram respostas da Polícia Social da Bahia. Já vai fazer um ano da morte da jovem e a Polícia ainda não apresentou nenhum suspeito.

Segundo a Rede Jornal, a Polícia Social de Teixeira de Freitas diz que já tem indicativo de autoria e motivação, porém, não podem dar detalhes para não interferir nas investigações. O transgressão ocorreu em junho do ano pretérito, em Teixeira de Freitas, quando a médica veterinária Crislaine Boldrini Faé, de 29 anos, foi perseguida e assassinada a tiros por dois homens no Meio da cidade de Teixeira de Freitas. O transgressão aconteceu no dia 23 de junho do ano pretérito.

Crislaine era de Rio Bananal, no Setentrião do Espírito Santo, e trabalhava uma vez que fiscal de qualidade de um frigorífico na cidade baiana. A família acredita que a motivação do transgressão pode ter relação com uma auditoria no estabelecimento que estava agendada para cinco dias depois da morte da veterinária.

“Nossa família praticamente parou ali. A gente fica revoltado, porque a minha filha trabalhava honestamente, era uma pessoa correta, moral. Quem foi o mandante?”, questiona a mãe da vítima, Maria Aparecida Boldrini Faé.

A esperança da família e de amigos é que os autores do transgressão sejam identificados e presos. O pedido por justiça foi espalhado por meio de outdoors em Teixeira de Freitas.

“Até hoje não vimos um posicionamento firme da Justiça. Eu sei que encontrar o mandante não vai trazer ela de volta, mas vai trazer um acalento para a família e para a classe veterinária”, disse a amiga Gabriela Gaburro, que também é médica veterinária.

A equipe do Jornal Liberdade da Rádio Eldirado FM toda semana faz cobranças à Polícia Social de Teixeira de Freitas, sob a coordenação da delegada Valéria Chaves. O jornalista e radialista Edvaldo Alves é incansável na cobrança de elucidação desse e de outros casos. “Sou a voz do povo, me cobram e eu cobro. A Polícia precisa dar uma resposta à família dessa cidadã de muito, trabalhadora, que teve sua vida ceifada por criminosos. Esse transgressão não pode permanecer impune”, disse Edvaldo Alves.

Relembre o caso

A médica veterinária Crislaine Boldrini Faé, de 29 anos, foi morta a tiros depois de ser perseguida por dois homens de motocicleta, quando saía do trabalho em Teixeira de Freitas, cidade do Sul da Bahia.

De entendimento com a Polícia Social baiana, Crislaine pilotava uma motocicleta quando dois homens em outra motocicleta bateram contra a vítima, que caiu no solo. Em seguida, um dos suspeitos atirou contra a médica veterinária, que morreu no lugar. Ela estava saindo do trabalho, ainda de uniforme, quando foi baleada.

Crislaine foi atingida por quatro tiros. Segundo o g1 Bahia, posteriormente o transgressão, os suspeitos se envolveram em um acidente com um coche durante a fuga. Eles deixaram tombar a arma utilizada no homicídio e conseguiram evadir em seguida.

Natividade: Agazeta

Médica veterinária assassinada em Teixeira de Freitas pretendia se matrimoniar nascente ano

Violência: Veterinária do Frisa é perseguida e assassinada a tiros no Meio de Teixeira de Freitas



[ad_2]