Três acusados de tráfico são presos pela PM de Lajedão e flagranteados pelo delegado Gean Nascimento

 Três acusados de tráfico são presos pela PM de Lajedão e flagranteados pelo delegado Gean Nascimento

[ad_1]

Lajedão: Três homens foram presos na manhã desta quarta-feira, 12 de julho, em Lajedão, suspeitos de tráfico de drogas. Eles foram abordados pela polícia em um terreno baldio no meio da cidade, onde foram encontradas mais de 100 pedras de crack, uma balança de precisão e moeda. Dois dos suspeitos são moradores da cidade de Linhares/ES e teriam chegado ao município na última sexta-feira (7).

Segundo o tenente da CIPE/Mata Atlântica, responsável pela operação, os policiais receberam denúncias de que havia suspeitos vendendo drogas em um terreno baldio na Rua Bahia/Minas. Ao chegarem no lugar, eles conseguiram abordar dois indivíduos, enquanto um terceiro fugiu. Durante a revista, eles encontraram 129 pedras de crack, duas pedras grandes da mesma droga, uma balança de precisão e R$ 150 em espécie.

Os policiais iniciaram uma perseguição ao suspeito que fugiu e o localizaram na BA-695, saída de Lajedão para o município de Serra dos Aimorés/MG. Com ele, foram apreendidas mais 20 pedras de crack. Os três homens foram identificados porquê Jarbas da Silva Dias, de 24 anos, vulgo “Jarbinha”; Alyson Castro de Almeida, de 18 anos, e Gabriel Dias Andrade, de 18 anos, estes dois últimos moradores do Espírito Santo.

O solicitador titular de Lajedão, Gean Promanação, informou que os três presos foram conduzidos para a Delegacia de Teixeira, e ele realizou o flagrante os três por violação de tráfico de drogas. Em seguida o flagrante, eles foram encaminhados para a custódia da Polícia Social de Teixeira de Freitas, onde aguardam a decisão da Justiça.

O solicitador disse ainda que Jarbinha seria o líder do grupo e que teria recrutado os outros dois para substanciar o tráfico na região. Todos os materiais apreendidos foram encaminhados para perícia no Departamento da Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas.

Por: Lenio Cidreira/Liberdadenews



[ad_2]