PL ataca direitos humanos e minorias, diz ministro

 PL ataca direitos humanos e minorias, diz ministro

[ad_1]

O ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, criticou a posição do Partido Liberal (PL) em relação à MP dos Ministérios, dizendo que a {sigla} ataca os direitos humanos e as minorias.

O que aconteceu

Segundo o ministro, o destaque apresentado pelo PL tem porquê objetivo “retirar as políticas de direitos humanos para a população LGBTQIA+ das atribuições” do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania..

É um ataque deliberado aos direitos humanos e às minorias. Esperamos que o Congresso rejeite esta infâmia”.
Sílvio Almeida

O partido decidiu votar contra a MP que reestruturou a Esplanada dos Ministérios para o governo Lula, disse o presidente do PL, Valdemar Costa Neto. Segundo o líder partidário, o martelo foi suplantado em seguida conversas com outros integrantes da legenda.

O PL tem maior bancada na Câmara, com 99 deputados, e a segunda maior no Senado, com 12 senadores. No segundo caso, a legenda só fica detrás do PSD, que tem 16 nomes no Senado.

A MP dos Ministérios foi o texto editado pelo governo Lula para produzir a estrutura de 37 pastas da gestão do petista. Para que ela não perda a validade, ela deve ser aprovada pela Câmara e pelo Senado até amanhã, às 23h59.

Se isso não suceder dentro desse prazo, a estrutura da Esplanada volta a ter a formação do governo Bolsonaro. As duas Casas, no entanto, também podem reprovar a MP, o que levaria ao mesmo resultado se a medida caducasse.