TSE deve iniciar julgamento de processo contra Bolsonaro dia 13

 TSE deve iniciar julgamento de processo contra Bolsonaro dia 13

[ad_1]

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) cogita iniciar no próximo dia 13 o julgamento de uma das 16 ações que pedem a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro. O relator, ministro Benedito Gonçalves, publicou nesta quinta-feira (1º) o relatório e pediu para o caso ser incluído na taxa.

As sessões do TSE acontecem na terças e quintas. Segundo fontes do tribunal, o mais provável é que o julgamento comece dia 13, uma terça-feira, e se estenda até o dia 15. Moraes analisa a possibilidade de convocação de uma sessão extraordinária no dia 14, para que a discussão não seja interrompida.

A primeira sessão do julgamento deve ser reservada para a leitura do relatório. Depois, se manifestarão os advogados de resguardo e o Ministério Público Eleitoral. Somente nas sessões seguintes devem ser proferidos os votos dos sete ministros da namoro.

Das 16 ações, a primeira que deve ser julgada é a que acusa Bolsonaro de injúria de poder e uso indevido dos meios de informação na reunião com embaixadores em que fez ataques ao sistema eleitoral brasílio, em julho do ano pretérito.

Em caráter reservado, integrantes do TSE apostam na pena do ex-presidente. Se isso ocorrer, a pena será a proibição de se candidatar por oito anos.

Nos bastidores, são contabilizados contra Bolsonaro os votos de Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Benedito Gonçalves, André Ramos Tavares e Floriano Marques Neto. Os dois últimos tomaram posse na semana passada, indicados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nunes Marques e Raul Araújo são apontados uma vez que favoráveis à indulto.