Sobe para 6 número de casos de superfungo Candida auris em Pernambuco

 Sobe para 6 número de casos de superfungo Candida auris em Pernambuco


Subiu para seis o número de casos do superfungo Candida auris em Pernambuco. O patógeno pode infectar o sangue, levando a casos agressivos e muitas vezes letais.

O que aconteceu:

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco confirmou dois novos casos do superfungo na terça-feira (30).

Uma idosa de 70 anos ficou internada por nove dias no Hospital Miguel Arraes. O caso de Candida auris foi confirmado em seguida fiscalização de swab em um grupo de pessoas que teve contato com pacientes infectados.

A mulher tinha uma lesão infeccionada no pé, que foi tratada. Ela deixou o hospital no dia 23 de maio.

O varão de 50 anos foi levado ao Hospital Tricentenário. A SES diz que ele tem histórico de AVC e quadro convulsivo com longo período de permanência hospitalar.

Ele recebeu subida clínica, mas segue hospitalizado “devido ao seu contexto social”.

Importante ressaltar que, mesmo em seguida a subida hospitalar, o paciente pode permanecer colonizado por murado de três a seis meses.
Nota da SES de Pernambuco

Ainda não é verosímil saber a origem da Candida auris no Brasil. A espécie foi identificada pela primeira vez no cateter de um paciente num hospital de Salvador, em dezembro de 2020.

O nível de alerta cresceu bastante durante a pandemia de covid-19, que aumentou em muito o número de internações longas em todo o mundo. Isso porque pacientes graves passam muito tempo da UTI, tomando corticóide e, dependendo do caso, em ventilação mecânica —fatores que são riscos para infecções fúngicas.





Source link

Digiqole ad Digiqole ad

Relacionado