Depressão e ansiedade em tempos de pandemia

 Depressão e ansiedade em tempos de pandemia

Segundo um relatório recente da Organização Mundial de Saúde (OMS), o número de pessoas com depressão e a ansiedade aumentou muito na última década. O Brasil ocupa uma posição de destaque nesse contexto. Estima-se que a maior taxa de depressão do continente latino-americano está entre os brasileiros, impactando cerca de 12 milhões de pessoas. Quase 10% dos brasileiros manifestam os sintomas, que se dividem entre os ataques de pânico, as fobias, os transtornos obsessivos compulsivos, o estresse pós-trauma e a ansiedade generalizada.

Ansiedade é um termo geral, usado para caracterizar distúrbios que causam angústia, medo, apreensão, nervosismo e preocupação. Ela é uma reação natural a algumas situações da vida, como uma entrevista de emprego ou na véspera de exames de saúde, porém quando ocorre de forma intensa e com maior frequência comprometem qualidade de vida e a saúde emocional.
A depressão é uma doença psiquiátrica em que a pessoa sente tristeza profunda, baixa autoestima e sentimento de culpa recorrente. Além disso, a pessoa pode ter distúrbios do sono e do apetite, perde o prazer ou a alegria nas atividades e relações pessoais, se sente desmotivada ou sem energia e pode apresentar pensamentos suicidas.

Em ambos os distúrbios podem ocorrer falta de interesse sexual, mal-estar e cansaço frequente, sudorese, taquicardia (coração acelerado), dores e sintomas físicos, entre outros. A pessoa se sente paralisada e incapaz, seja pelo medo, angústia ou falta de motivação.

No Instituto de Psicologia Rose Lima você encontra profissionais qualificados que atendem de maneira ética e humanizada, a fim de acolher seus clientes em sua totalidade já que somos sujeitos biopsicossociais.